segunda-feira, 4 de março de 2013

Direto do Facebook... A Fórmula de Amar = Cagar + Andar.

"A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei." (Paulo de Tarso, na Epístola aos Romanos, cap. 13, v.

Sabe qual é a verdadeira fórmula do amor? Amar = Cagar + Andar.

 É mole: quando cê caga e anda, cê liga pro que tá se passando? Respuêsta: NO! Então, Se amar é tudo aquilo de "num ligar pras aparências, e piriri (sem trocadilhos)-pororó", então a melhor forma de amar é CAGAR e ANDAR.

Economiza discursos como "amar é não prestar atenção nisso, naquilo, naquilo outro..., etc. etc.", diminui listas intermináveis de defeitos esperados, virtudes imaginadas e por aí vai
.
Sem contar que quando você caga e anda, você acaba exercendo o desapego - quer melhor coisa que você se aliviar e expulsar de dentro de você tudo aquilo que te aflige e te prende? 

E ainda segue em frente, o que te deixa preparad@ pra enfrentar novos sabores, gostos, e assim seu estômago vai ficando mais experiente, e dependendo daquilo que você ingere, seu coração ó... Fica todo trabalhado na saude, os vasos se dilatam... Toda uma dita anatomia embutida numa simples frase!

Bom, "boquinha suja"... Nem quero entrar em intimidades, porque se quando se ama vale tudo... Entre casais, sempre há quatro paredes testemunhas das barbaridades "sujas" ditas na hora de amar em seu ápice.  É o amor (conjugal) na prática, é ou num é, meu povo e minha pova?

 É sempre uma linha muito tênue, hehehe!

Gente, pensem comigo, na linha tênue: se eu amo de verdade, eu cago e ando pra tudo o que a pessoa 
possa ter feito no passado, e nem me importo com o que pode acontecer. Certo? Logo, me abstraio de tudo aquilo que me prende (o ciume, etc.) e me alivio. Se a pessoa me trai, e a coisa mudar, eu posso muito bem amá-la de outra forma: cagando e andando pra tudo o que possamos ter vivido juntos, e começarmos do zero uma nova fase pra ambos - seja na amizade, no carinho, no respeito. 

Caso algum dia role um recomeço entre nós, não impede. Cagamos e andamos pra separação e recomeçamos tudo de novo.

Por isso que eu sempre digo: pra me amar, tem que ter estômago primeiro e coração em segundo lugar.
ISSO é que é amar de verdade. Amor incondicional. Amor simplesmente por amar. É perfeitamente comparável à digestão - POR QUE então nego diz "digerir as coisas até ficar tudo calmo"??

Daí eu pergunto: "Ah, eu amo ele, mas ainda tô p... da vida?" NOPS, ma belle, não ama ele COISÍSSIMA NENHUMA: se amar é sofrer, existe um outro termo, chamado PAIXÃO. Paixão, sim, é sofrimento (etimologicamente falando > Passio, em latim = padecimento). Amor, não. Amor você briga, briga, briga, e depois tá tudo de bem, como se nada tivesse acontecido. 

Exatamente como quando você se alivia. Parte pra outra, começa do zero (repetindo a dieta ou rumando para outra). É o I Ching no Código Binário da Digestão da Vida. Os opostos que andam lado a lado.

2 comentários:

  1. Interessante pensamento, meu caro companheiro!

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo com tudo que vc escreveu. Uma pena a gente não poder se entregar como gostaria a um relacionamento por conta disso... Fica se forçando a "cagar e andar", quando na verdade queria ligar, chamar no face, colocar uma faixa amarela bordada com nome dela...

    ResponderExcluir